segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Caso encerrado. Acordo garante a permanência da poodle Docinho com sua família.



Após meses de angústia, medo e preocupação finalmente o destino da poodle Docinho foi selado e apesar de todos os erros que foram cometidos desde o início do processo que visava retirá-la do convívio de sua família, o final feliz nos alegra e nos deixa orgulhosos de termos participado ativamente deste caso.
Para os que não acompanharam ou não ficaram sabendo uma sucessão de erros e equívocos quase fez com que essa doce cachorrinha fosse expulsa do apartamento em que morava segue o link das duas matérias que fizemos sobre o caso:

https://goo.gl/xDKtcG

https://goo.gl/YOExvi

Caso não se conseguisse garantir a permanência da Docinho em seu lar, este caso além de ferir o direito da família da cachorrinha também  traria um grande prejuízo para outros animais, pois abriria precedentes e poderia ser usado em outros processos semelhantes aonde se tenta expulsar animais indesejados de algum condomínio.

A última cartada após o recurso ter sido negado foi entrar com um pedido de embargos de sentença, porém ao lermos a decisão final da juíza Marli Maria Braga Andrade percebe se que a intenção em negar os embargos é bem clara (leiam no acórdão disponibilizado abaixo).

Diante da pressão exercida através de matérias divulgadas na mídia expondo o absurdo que seria a expulsão da poodlezinha do condomínio o síndico atual propôs um acordo ao advogado da tutora da Docinho e o caso foi encerrado. 
Leiam abaixo o texto contendo a cópia do Acórdão onde se homologou o acordo autorizando a permanência da Docinho junto a sua família:

https://goo.gl/wPXkPP

Matérias que foram importantes no desfecho deste caso:

Jornal O Tempohttps://goo.gl/QPZrbl

Matéria do R7 -  http://noticias.r7.com/minas-gerais/videos/justica-manda-despejar-poodle-docinho-de-condominio-na-grande-bh-25092016

Um abaixo assinado que atingiu cerca de 6.351 apoiadores visando conseguir apoio e pressionar o judiciário para que o caso não tivesse um desfecho negativo também foi criado e encaminhado para a juíza responsável pelo julgamento do processo.

Importante agradecer as protetoras e ativistas mineiras Carol Quelotti, Sharlene Dias, Marielle Motta e Fúlvia MacNog que ajudaram a evitar que o desfecho deste caso absurdo se transformasse em um drama para a família e viesse também a prejudicar outros animais em casos semelhantes.
Agradecimentos também a página da ativista Cristina Uchôa - A Radar Sheila Moura do Grito do Bicho, a Vanessa Norcia voluntária do Anda que também publicaram nossas postagens
 
Em relação as ativistas e protetoras mineiras todas tiveram um importante papel nos enviando informações e também na indicação do Dr. Maurício de Sena Milagres que assumiu o caso a partir do momento que já havia sido julgado desfavorável a Docinho, e que mesmo não sendo especialista em direito ambiental, conseguiu conduzir o processo e a negociação junto ao condomínio para este desfecho positivo que merece ser comemorado por todos que se indignaram com o que poderia ocorrer.
Agradecimentos especiais e todo nosso respeito a este advogado que se mostrou sensível e dedicado na condução de todo o processo que já era dado como perdido quando assumiu. 

De nossa parte fica a sensação de que cumprimos com nosso dever divulgando este caso aqui no blog, orientando e apoiando a tutora da Docinho e elaborando a petição que ajudou no resultado positivo.
Gratidão a todos os nossos leitores e apoiadores que acessaram as matérias anteriores, divulgaram e assinaram o abaixo assinado que fizemos.
Missão cumprida e que a Docinho viva ainda muitos anos na segurança de sua família.


 




6 comentários:

  1. Graças a Deus fez-se justiça. Felicidades para Docinho e sua família.

    ResponderExcluir
  2. Graças à Deus! Como diz um velho ditado: "a união faz a força". Viva docinho, sua família e todos o novos amigos!

    ResponderExcluir
  3. Só tenho que agradecer o Esquadrão Pet que abraçou e acreditou na minha história porque se não fosse não teria um final feliz. Renata Guimarães e família

    ResponderExcluir
  4. Graças à Deus !! Isso sim é justiça ! <3

    ResponderExcluir
  5. Vivaaa !! .. Vida longa e feliz pra vc junto com sua família, Docinho !!

    ResponderExcluir