quinta-feira, 20 de março de 2014

Carta de uma protetora indignada para Luisa Mell





Passados alguns dias desde que a ex apresentadora de TV Luisa Mell fez declarações que convulsionaram a causa animal,  uma protetora resumiu em um texto direcionado a ela, tudo o que se tem dito sobre a irresponsabilidade de seus posicionamentos principalmente por se tratar de uma figura pública. Para os leigos e seguidores da moça talvez pareça que tudo não passa de picuinha, inveja ou perseguição, para os que acham o trabalho dela maravilhoso, trata se de perseguição política, porém para os que lutam há anos por políticas públicas voltadas para os animais, legislações mais rigorosas, e principalmente por maior comprometimento por parte do poder público em relação ao controle populacional voltado para cães e gatos, tudo que foi dito representa um retrocesso de décadas. Todos nós sabemos que culturalmente existe uma imensa dificuldade por parte da sociedade leiga em aceitar a castração ou esterilização, como preferem alguns, principalmente quando se trata de filhotes, e animais cujos proprietários são homens,  e a declaração de uma pessoa considerada pelos seus seguidores como o supra sumo da proteção animal, imagem reforçada dia a dia em sua página do facebook, só poderia causar um enorme estrago. 
Para os que não acompanharam ou não tiveram a oportunidade de ver nossa postagem anterior, segue o link
http://goo.gl/qsX8xR

 
De: maria fernanda leme [piva feleme_piva@yahoo.com.br]

Prezada Luisa Mell,

Tenho plena convicção de que a causa animal deve a você boa parte da visibilidade que temos hoje. Embora eu, ao lado de muitos outros protetores, abominávamos o sensacionalismo que sempre abordou na causa. Incluam-se aí choros e descabelamentos que ocorriam apenas na frente das câmeras. Embora grande parte da população brasileira só teve o conhecimento das mazelas sofridas pelos animais pelo seu programa.
Porém, venho por meio desta carta aberta demonstrar a minha indignação com a forma fútil e irresponsável que vem tratado a causa animal, para ter maior repercussão de seu nome e conseguir mais e mais seguidores por conta de sua campanha política.
Essa é uma luta de décadas para conscientizar a população dos benefícios da castração. Aqui em São Paulo temos este serviço gratuito no CCZ, mande sua equipe se cadastrar lá, basta abrir as portas do local onde vocês abrigam os animais para provar que a condições são dignas e salubres, que terão a castração gratuita, realizadas por médicos competentes e técnica cirúrgica minimamente invasiva... Sem índice de mortalidade.
Os protetores independentes realizam um trabalho de formiguinha muito digno e eficaz. Doam milhares de animais por ano, CASTRADOS, não porque são obrigados por lei (já fazíamos isso antes dela), mas por princípios éticos. Não são pessoas desocupadas, ou frustradas, como foram chamados por alguém que fala em seu nome na sua página, ou por você mesma.
Esse assunto jamais deveria ser polêmica entre os protetores, e sim, a revolta dos criadores de fundo de quintal, fábricas de filhotes doentes. Como pode você que se diz protetora sair com essa?
No meu caso, não tenho qualquer ligação com políticos, como quem contesta nas suas colocações irresponsáveis sempre é acusado por sua mãe. Mas estou profundamente indignada com o desserviço que você está prestando à causa. Sou parte de um grupo que coloca a mão na massa, de fato. Não como você que é protetora na frente das câmeras deixando todo o trabalho com sua equipe... equipe esta que perdeu a Feira do Pet Center Marginal por não cumprir a lei vigente, exatamente por doarem animais sem castrar (já em 2012), conforme email do Centro de Controle de Zoonoses divulgado na lista [libertaçãoanimal] em 21/09/12.
Que faça o seu “trabalho” Luisa Mell atrás e na frente das câmeras, use os animais para se promover e se eleger, mas respeite os princípios de nossa causa. Para nós não há espaço para luz, nem câmeras, aqui é só ação. Você é apenas mais uma e pode escolher entre ser respeitada ou rechaçada, a escolha será sua. Mas, não nos queira como inimigos, você mais do que ninguém sabe da nossa força, tanto que a usa para se promover. E não venha colocar foto chorando nem se fazer de vítima. Decida-se, se dentro ou fora. Se for dentro "siga a reza" e lute pelo que é certo.
Basta de crendice, macumba, mandinga, pajelança, ziqui-zira, reza-braba e curas mirabolantes para tratar doenças. 


Responsabilidade é a palavra de ordem.
Quanto à sua afirmação de ter visto centenas de filhotes morrerem na castração, só posso acreditar que os mesmos eram mantidos em local insalubre, ou o seu veterinário é um profissional totalmente incapacitado para tanto. Por favor, divulgue imediatamente o nome dele para que nunca leve nenhum de meus resgatados. Reveja seus conceitos, porque aqui entre nós, protetores de verdade, só morrem animais debilitados e doentes, não porque foram castrados.

A lei que você ataca é consideradas pelos protetores sérios uma das grandes conquistas da causa. Ninguém discute essa lei, quanto mais animais castrados melhor. Somente protetor picareta doa animal sem castrar, gente irresponsável, “protetor” que quer aparecer na foto com vários animais doados para apresentar altos números de adoção, e que pouco se preocupam com o pós adoção... Já ouviu falar?
Adoção não é marketing, é um trabalho sério de encaminhar animais para novos lares depois de reabilitados, vacinados e CASTRADOS. Lembrando que animais debilitados não podem passar por cirurgia, menos ainda serem doados.
A doação de animais é um processo criterioso, que cumpre toda a legislação vigente e os preceitos da proteção animal, qualquer coisa fora disso chama-se desova.
Hoje você conta com 900 mil seguidores que receberam seus “dados estatísticos”. Vamos lá.
.
Castração:
Você é contra a castração precoce de animais e divulgou isso em sua página e no texto incentivou pessoas a doarem sem castrar, ou não castrarem seus animais. Afirmou que já viu centenas, CENTENAS, de animais morrerem pela castração (embora tenha apagado isso depois) o que me deixa profundamente preocupada com a vida dos animais que "você" resgata. Perceba, se centenas já morreram e é porque foram castrados sabe-se lá por quem, com o pós cirúrgico sabe-se lá onde. Aconselho a ter cuidado com suas palavras, ou com o que é postado por seus assessores.

Lar temporário

A lei não proíbe lar temporário (de onde tirou essa). Ela proíbe doar sem castrar. Mas, sua equipe doa com termo de lar temporário e cobra taxa de adoção.
Vamos fazer alguns cálculos agora:
Digamos que com toda sua irresponsabilidade você tenha influenciado apenas 1% dos seus seguidores (número muito aquém do provável), cerca de 9.000 pessoas. Vamos dizer que dessas pessoas apenas 10% não castram seus animais e doam com "termo de lar temporário" (burladinha na lei, né?) esse número cai para 900 pessoas. Vamos dizer que dessas 900 pessoas, estimuladas a agir como você e sua equipe, apenas 10% não encontrem o adotante para castrar o animal na idade por você considerada correta, por motivo de mudança, endereço errado, ou qualquer outro que não venha ao caso, cerca de apenas 90 pessoas. Veja Luisa Mell, estamos falando de apenas 0,01% de seus seguidores.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (salvo se sua equipe tiver estudos mais eficazes, completos e corretos), uma cadela em 7 anos de vida, gera até 64 mil descendentes. Digamos que a metade das pessoas por você influenciadas, ao ponto de colocar em prática o mesmo que você faz, tenham doado cadelas sem castrar (sabemos que o número chega em 60% das adoções), cerca de 45 pessoas, apenas. Veja bem Luisa Mell, estamos falando de 0,005% dos seus seguidores.

Se a OMS estiver certa, Luisa Mell você poderá ser a responsável pelo nascimento de cerca de 280 mil animais, quantos destes conseguirão ter um lar, quantos serão abandonados e quantos serão mortos?
Agora vamos falar de Bicarbonato de Sódio* :
Você publicou uma matéria intitulada "A CURA DO CÂNCER COM BICARBONATO DE SÓDIO", onde narra a experiência de ter curado sua cadela em fase terminal da doença com tal substância. À parte o fato de você violar a Lei Federal que dispõe sobre o exercício da profissão de médico veterinário, ao prescrever tal substância para o tratamento da doença, não há qualquer prova científica dos benefícios do Bicarbonato de Sódio para o tratamento do câncer. Seu uso é, inclusive, amplamente refutado pela comunidade médica.
O médico italiano Tuliio Simoncini, descobridor do tratamento revolucionário, teve sua licença para exercer a medicina cassada, e foi também condenado por morte criminosa 

http://www.cancertreatmentwatch.org/reports/simoncini.shtml
Quantas pessoas deixaram de tratar seus animais pelo método tradicional para usar o Bicarbonato de Sódio prescrito por você, Luisa Mell?
Você é responsável pela morte de quantos animais com câncer?
Perceba uma coisa, você é uma formadora de opinião e milhares de pessoas confiam em você, e seguem o que você diz. 



Seja responsável.
Estamos falando de vidas. Estamos falando de uma causa que está sendo construída há décadas com poucas, mas importantes conquistas neste período.

Você será candidata? Então entre para a política de cabeça erguida, não precisa apagar a luz do Trípoli, ou se apresentar como super protetora iluminada ao descobrir a cura do câncer, nem mesmo fazer sensacionalismo mandando operar uma cadela com um tumor de 5 kg, o que qualquer veterinário prudente não faria. Acenda sua própria luz, mostre seu trabalho, não bata na cara de milhares de protetores de animais que fazem seu trabalho direitinho, lute ao nosso lado pelo que é certo para os animais.

Por favor, peça para a sua mãe parar de ofender as protetoras com palavras que variam de mal amadas a invejosas, passando por recalcadas. Essa é a causa a que dedicamos nossa vida. Alguns de nós abrimos mão de familiares e até maridos para nos dedicar aos animais, portanto não é inveja. É indignação, é revolta.
Use sua beleza, e sua influência para ajudar os animais e a causa, e verá que irá conquistar mais fãs. Procure se cercar de pessoas sérias, equilibradas e comprometidas verdadeiramente com os animais.


Nós precisamos sim de muitos parlamentares para defender os animais, mas de parlamentares sérios, éticos e comprometidos com o que defendemos: castração, identificação e conscientização.

Maria Fernanda Leme Piva
Protetora indignada.



Nota:
Não conhecemos a protetora Maria Fernanda Leme Piva, também não sabemos se o nome é fictício, ou não, mas nessa carta está resumido o sentimento de muitos protetores sérios que nestes dias após a desastrosa postagem da ex apresentadora Luisa Mell se indignaram com suas declarações. Não há nada ofensivo ou que não tenha sido dito por muitos de nós, e resume muitas das manifestações destes últimos dias por quem há anos atua na causa de proteção animal pelas redes socias e por  este motivo decidimos publicar. 

*Pronunciamento do CRMV/SP sobre a indicação do bicarbonato de sódio para cura do cancer para cães e gatos, se encontra no site da instituição para não deixar dúvidas sobre o que foi dito na carta da protetora. http://goo.gl/bdwQsR 





 

6 comentários:

  1. Mto bem escrita e realmente condiz com o que todos que lutam há anos na causa animal tem dito incansavelmente.

    ResponderExcluir
  2. Discordo. Acho contraproducente querer obrigar alguém a seguir uma regra ou mudar sua luta. Acho que cada um tem a liberdade constitucional de lutar pelo que quiser do jeito que quiser.
    Se a Luiza faz isso por questões políticas... Pra mim o importante eh que vejo ela tentando e salvando várias vidas. E para essas vidas eh indiferente o motivo; o que faz diferença eh a ação. Cada um com seu mérito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivemos em sociedade e apesar de existir a liberdade do livre arbritio não quer dizer que cada um possa resolver fazer aquilo que bem entende. Existem leis, regras, e acima de tudo bom senso em se tratando de animais que já são retirados de maus tratos e abandono. Por que então ela não pode seguir aquilo que centenas de protetores tem como meta que é doar animais sadios, vacinados e castrados? com certeza por falta de grana não é já que ela está muito bem casada e faturando uma grana muito boa com a venda de camisetas, sua imagem para produtos e até para campanhas publicitárias. Por que será que protetores que vivem muitas vezes até em favela conseguem doar seus protegidos da forma correta e a dondoca se recusa? por que ela se acha no direito de não desovar animais na cidade de SP sem nenhuma responsabilidade e ensinar receitas que colocam em risco a vida de centenas até milhares de animais apenas para aparecer muito!!!

      Excluir
  3. Parabéns , ser protetora não é ficar aos gritos se descabelando em frente as câmeras. Castracao é sim um ato de amor e respeito aos animais.

    ResponderExcluir
  4. quem perde com essas brigas, são os que sempre perdem, os ANIMAIS.

    ResponderExcluir
  5. Luiza Mell oportunista e sem visão. Vai te catar!

    ResponderExcluir