sexta-feira, 30 de maio de 2014

Luisa Mell coloca classe veterinária contra protetores. CRMV/SP se pronuncia!!!





E novamente uma postagem da candidata Luisa Mell, causa indignação e vergonha aos protetores e defensores de animais e revolta toda a classe veterinária.

.....depois de ter receitado bicarbonato de sódio para tratamento de câncer, induzindo seus milhareshttp://goo.gl/xDTVQY.
de seguidores a abandonar tratamentos de seus animais e ter sido repreendida publicamente no site do CRMV/SP.  Aqui a  postagem que causou muita indignação provocada pelas suas atitudes recentes que evidenciam a busca por seguidores a qualquer custo 
.....depois de ter atacado o vereador Roberto Tripoli  (um dos políticos que até outro dia ela posava ao lado toda sorridente), afirmando que a lei municipal 14483/07 não permite Lar Temporário http://goo.gl/B3yFxp quando na verdade, o que de fato estava querendo era poder "desovar" filhotes ainda mamando em eventos de adoção.
Não satisfeita com tudo o que já tem aprontado, Luisa Mell resolveu atacar a classe veterinária, com um discurso de que deveria ter recebido desconto no Hospital Pompéia por ter levado um cachorro resgatado para atendimento de emergência. Muitos destes veterinários estão questionando o fato de que ela após ter casado com um rico empresário não se omite de aparecer em revistas de celebridades em viagens a Europa, ou mesmo afirmando que vai para a praia com seus animais de helicóptero.
Na página do facebook Luisa Mell não me representa, http://goo.gl/mVHfmg há muitas declarações de veterinários se pronunciando  fortemente contra mais essa atitude da loirinha, e que poderão trazer graves consequências para a nossa causa.
Já que ela como figura pública dita "moda", deveria se pautar por difundir ações e atitudes que realmente viessem a beneficiar os animais, os seus defensores e aqueles que apenas gostam de seus bichos de estimação.


CARTA PÚBLICA À SRA. LUISA MELL

Carta Pública à Sra. Luisa Mell.
O Conselho Regional de Medicina Veterinária teve conhecimento de sua lamentável manifestação a respeito do hospital veterinário que prestou atendimento a um animal resgatado por sua equipe e que tomou grandes proporções nas redes sociais, gerando milhares de comentários desabonadores contra profissionais médicos veterinários.
Em razão disso, este CRMV-SP vem, em DEFESA de nossa nobre profissão e com grande indignação, ressaltar a Vossa Senhoria, à sua equipe de proteção animal e a todos os demais protetores, que o médico veterinário é um profissional como todos os demais, vivendo da remuneração de seu trabalho e que deve ser respeitado por isso.
Há, desde o princípio, um enorme investimento financeiro, físico, mental e psicológico durante toda a graduação em Medicina Veterinária, esforço que se propaga ao longo de toda a carreira, por ser uma profissão que exige muita dedicação, em razão de cuidar de vidas animais, proteger a sociedade e zelar pela preservação do meio ambiente.
O médico veterinário tem sido de forma constante cobrado por pessoas que se nomeiam “protetores animais” para que exerça sua profissão de forma gratuita ou mesmo por preços irrisórios, sendo literalmente atacado em caso de recusa.
É importante ressaltar que muitos desses protetores são de classes sociais elevadas, possuindo recursos financeiros investidos em conforto e ostentação, tendo claras condições de um maior investimento nos cuidados dos animais resgatados.
Infelizmente, tais pessoas encontram na causa animal uma forma de se promover, usando a proteção, inclusive, como cunho político, e não por realmente se importarem com a situação. Assim, fazer caridade com as mãos dos outros se torna a melhor opção.
Como nas áreas da saúde humana, onde não se costuma ver pessoas atacarem os profissionais por não atenderem pessoas carentes sem cobrança de honorários, há, no município de São Paulo, dois hospitais veterinários públicos, que atendem de forma gratuita, além das diversas Universidades em todo o Estado, prestando atendimento com preços populares.
Porém, alguns protetores procuram as clínicas e os hospitais mais conceituados de São Paulo para a realização do atendimento, talvez porque não desejam esperar por algumas horas nas filas do hospital público ou mesmo não se sintam à vontade em dividir a recepção com pessoas de baixa renda, dando preferência ao conforto das instalações dos estabelecimentos considerados de alto padrão.
Ressalte-se, ainda, que o Código de Ética Profissional do Médico Veterinário, aprovado pela Resolução CFMV 722/02, dispõe que não é permitida a prestação de serviços gratuitos ou por preços abaixo dos usualmente praticados, exceto em caso de pesquisa, ensino ou de utilidade pública.
Ou seja, o profissional que possui consultório, clínica ou hospital particular, somente pode prestar atendimentos gratuitos ou a preços baixos se possuir convênio ou parceria com um órgão público, sendo, desta forma, caracterizado como serviço de utilidade pública.
Por fim, este Conselho solicita a Vossa Senhoria o devido respeito que nossa profissão exige, deixando de divulgar os frequentes comentários desabonadores vistos atualmente, especialmente através de suas redes sociais.

Atenciosamente,
Francisco Cavalcanti de Almeida
Presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo


Nota:
A realidade da grande maioria é muito diferente do esquema montado pela futura candidata a politica, Luisa Mell. Muitos protetores vivem em bairros de periferia, fazem das tripas...coração. São humilhados, sofrem preconceito, são rejeitados pelos amigos, pela família, pela sociedade, porque escolheram resgatar e cuidar de animais carentes. A grande maioria depende da ajuda dos profissionais da classe veterinária, aos quais damos o nome de veterinários solidários. São eles que ajudam a tratar, vacinar, castrar os animais resgatados muitas vezes em péssimas condições para que possam ser doados. Fazer com que essa classe fique contra os protetores, é no mínimo um grande desfavor feito por essa pseudo protetora que só visa o seu próprio umbigo. Ela não nos representa, representa a si mesmo, aos seus parceiros e aos seus próprios interesses.





30 comentários:

  1. Parabéns... Isso pra mim é ser um engajado na causa animal... Consciência, responsabilidade e respeito demonstram bondade de caráter.... #multiplicaSenhor

    Luciana
    Medica Veterinária

    ResponderExcluir
  2. Essa mulher não me representa! Me envergonha isso sim!!!!
    Ela infelizmente ainda tem milhares de seguidores, CEGOS DIGA-SE DE PASSAGEM, e espero que a proteção animal, que realmente batalha para salvar uma vida e depende de um médico veterinário se uma ainda mais para que essa mulher vá para seu lugar, que não é a proteção, quem sabe uma praia na AUSTRALIA, ou se enquadre definitivamente como uma protetora de responsabilidade e transparência.

    ResponderExcluir
  3. Luiza mel que vergonha !!!!!

    ResponderExcluir
  4. Os profissionais veterinários sensíveis às demandas sociais(ditos solidários à causa) reconhecem a seriedade e honestidade de pessoas genuinamente engajadas e que com bom senso reconhecem o real envolvimento e comprometimento pela qualidade de vida dos animais, desde os em condições de abandono, ao de maus tratos. Efetivamente precisamos nos unir em forças tarefa multifacetadas, todas sobrecarregadas. Gente séria quer agregar esforços e não gerar dissidências e desserviços com interesses de opter visibilidade e outros tipos de ganhos pessoais e não do movimento. Existem figuras conhecidas como resgatadores em nosso meio, que não passam de meros repassadores de problemas, custos e animais... Eu os denomino "colecionadores/acumuladores por dissipação na modalidade estelionatária".

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela reportagem! Isso mostra que protetores e veterinários podem sim andar de mãos dadas por uma causa maior, e que graças a Deus nem todos são alienados. Obrigada mesmo pela reportagem pessoas como vocês é que nos da vontade de continuar nosso trabalho.

    Giselle
    Médica Veterinária

    ResponderExcluir
  6. Inacreditavel esta postura, não podemos mais admitir este desrespeito com nossa profissão. Somos Médicos Veterinários, estamos em todos os lugares, cuidamos e prevenimos muitas doenças que poderiam se alastrar pelo mundo. Realmente não da para acreditar que a Sra. tenha a capacidade de nos desrespeitar desta forma, profissionais que sempre trabalharam em prol da saúde animal e humana.

    ResponderExcluir
  7. Olá eu estou no último ano de Veterinária e mesmo assim acho importante AJUDAR animais necessitados, outro dia msm cheguei da faculdade e fiquei sabendo q uma cadela tinha sido atropelada eu imediatamente junto com 2 amigas minhas da minha classe q estavam comigo na hora, fomos resgatar a cadela fizemos os primeiros socorros ali msm na hora e como não tínhamos quase nenhum tipo de suporte ali na hora resolvemos levar a uma clínica veterinária ao qual conheço os donos e veterinários q rapidamente me ajudaram a salvar a vida daqla cadela ! ACHO EXTREMAMENTE IMPORTANTE RESSALTAR QUE... NÓS FAZEMOS ISSO PQ NÓS AMAMOS OQ FAZEMOS e AMAMOS OS ANIMAIS !!! GOSTO MAIS DE MEXER COM EQUINOS MAIS NÃO É POR ISSO Q NÃO IREI AJUDAR OUTRO ANIMAL !!!

    PARABÉNS PELA REPORTAGEM !!!

    Léo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabens,continue assim depois q VC se forma

      Excluir
  8. Excelente reportagem!! Luiza Mel, sempre reclama de altos preços mas cobra muito caro por produtos da sua linha... Afinal, se não é para pagar bons veterinários, para onde vai esse dinheiro??!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pertinente a tua pergunta Rafael Karam. Aqui em Porto Alegre, com "defesa animal", elegeram um prefeito (diga-se de passagem, pífio) e uma vereadora (também pífia). Para teres uma ideia, o candidato a prefeito, ás vésperas da eleição, salvou juntamente com sua esposa, uma galinha que atravessava a rua tranquilamente, pela faixa de pedestres. O melhor, é que "casualmente" passava por ali um fotografo que clicou o casal e mais a galinha. Assim é se ganha votos.

      Excluir
    2. Simplesmente pq uma coisa não tem absolutamente nada a ver com a outra. Não é ela quem decide os valores cobrados pelos produtos que levam o seu nome, mas sim o fabricante. Por acaso todo o dinheiro que vc recebe com seu trabalho é para pagar veterinários, se é que vc Rafael, faz alguma coisa pelos animais? Acredito que não, pois bem, o meu também não e acredito que o dela também não seja. Apesar disso, ela faz muito mais pelos animais que a maioria dos tais protetores que a criticam. (mais uma pra ver se vai ser publicado ou não)

      Excluir
  9. Sinceramente Tenho NOJO dessa nova "profissão" a de "protetor". Pra mim são apenas pedintes virtuais com uma legião de trouxas desinformados que doam muito dinheiro para sustentar pessoas como essa Luiza Mel. Achou caro o tratamento do animal? Mas a bota de 8000 reais foi uma pechincha.
    Quanto a qualificação feita por ela me enquadro em Vet do Mal... Se essa senhora e seu séquito de seguidores aparecer na minha porta irei cobrar 10x o valor normal, tirar foto e se achar ruim que vá a outro lugar.

    ResponderExcluir
  10. O que muitas pessoas não entendem é que não é uma pessoa por mês que chega numa clinica veterinária e pede desconto ou "olhadinha", são várias e por dia! Se cada vez que alguém pedir um dos dois, os veterinários derem, vão morrer de fome, pois só vão atender de graça.
    Sem falar naquilo tudo que já sabemos, do tempo e gastos com os estudos durante 5 anos, os gastos para montar uma clinica, os gastos com luz, água, aluguel e coisas pessoais.
    Agora, o que eu acho engraçado é que essas mesmas pessoas, na hora de ajudar, sugerem que seja feita uma vaquinha e que cada um coopere com R$5,00, R$10,00 reais. Por que não propõem que cada uma coopere com metade de seus salários ou com todo? Só o veterinário tem a obrigação de doar seu trabalho? Cadê o amor?

    ResponderExcluir
  11. Inacreditável como existem pessoas más nesse mundo. Essa mulher se desdobra pelos bichos, todo santo dia há mais de 12 anos, um trabalho respeitável e digno que poucos ou quase ninguém faz... inacreditável mas ainda existem pessoas do mal é claro que tentam prejudicá-la. A cada dia que passa tenho mais nojo do ser humano!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você acredita nisso aí que escreveu é um direito seu. Aos verdadeiros protetores e profissionais que amam, defendem e lutam de fato pelos animais, muitos até mesmo anonimamente, resta apenas o reconhecimento daqueles que conhecem suas lutas, seus valores, suas dificuldades e que sempre terão nosso reconhecimento, gratidão e apoio. Nosso país se transformou nisso que vemos hoje, graças a muita propaganda, marketing e publicidade. Um povo inculto e que acredita em qualquer tipo de factoide que lhe é apresentado leva para o abismo todo uma nação. Estamos vivenciando isso no nosso dia dia, com as roubalheiras, a falta de segurança, de educação e de valores. E na tão desorganizada proteção animal não seria diferente. Procurar observar, avaliar, se informar sobre o histórico de cada protetor, abrigo ou Ong é o mínimo que alguém deveria fazer antes de assumir a defesa de alguém. A prudência é sempre bem vinda nessas situações.....

      Excluir
    2. Apesar dela ter realmente falado besteira em relação ao veterinário, o que vejo neste site, infelizmente, é inveja. Qual o problema dela aparecer na TV? Qual o problema dela usar sua imagem para defender os animais? Ela, dessa forma, faz muito mais pela defesa animal que a maioria dos ditos protetores que vivem tratando mal pessoas que buscam ajuda. Sim, já senti na pele a forma que esses "protetores" te tratam e eu NUNCA pedi que ficassem com algum animal que EU tenha resgatado, apenas pedia informações de veterinários, remédios, enfim, ajuda. E vejo que são exatamente esses "protetores", que nunca ajudaram em nada, que mais criticam a Luiza Mell, pq será? Inveja dela conseguir o que eles nunca conseguiram e ainda mais usando sua simpatia pra isso? Pois é, mas quero ver se meu post será publicado ou não, já que os outros dois não foram até agora.

      Excluir
  12. RESPEITO OS DITOS PROTETORES , SOU ADMINISTRADOR EM UM HOSPITAL VETERINÁRIO , JÁ TIVEMOS EM NOSSA INTERNAÇÃO MAIS DE 6 ANIMAIS SENDO TRATADOS SEM DIFERENÇA AOS DEMAIS ( PAGOS ) ISSO COM A PROMESSA DAS PROTETORAS DE ARAQUE NOS AJUDAREM NA HORA DA DOAÇÃO ,,,, O QUE VOCÊS ACHAM QUE ACONTECEU ,,, PAGUEI HORA DE COMISSÃO MÉDICA , CUSTO DE MEDIÇÕES , SORO , ATADURA E OUTROS ,,,, E AS BONITINHAS NÃO VOLTARAM . FAZER CARIDADE COM O DINHEIRO DO OUTRO É MUITO FÁCIL ..... AGORA SÓ ATENDEMOS COM UMA ENTRADA EM DINHEIRO ,,, INFELIZMENTE TEM QUE SER ASSIM ,,,, NÃO SÃO TODOS , MAIS NA SUA GRANDE MAIORIA PSEUDOS PROTETORES SÃO PIADAS ,,,,,

    ResponderExcluir
  13. Como médica veterinária, conhecida no roll da proteção animal, eu Dra. Amélia M. Oliveira Leybonz, venho deixar aqui meu comentário sobre o triste espetáculo de interpretação que a senhora Luisa Mell vem expressando nos últimos tempos. O abandono de animais no Brasil e em tantos outros Países é uma dura, triste e cruel realidade, e, diante disso, pessoas bem intencionadas tentam desesperadamente, proporcionar condições ideais para que estes animais tenham um pouco de dignidade. Estas pessoas "protetores" muitas vezes abrem mão de suas vidas próprias, para fazer o que chamam de "resgate de vidas", outras usam esse termo "protetor" como um DOGMA que foi infundido em sua mente, de forma errônea, mal assessorada, mal informada e infinitamente mimada. Esta senhora Luisa Mell poderia usar todos eu potencial como figura publica, para provocar discussões construtivas e não pejorativas, como o que está ocorrendo. diante de tanta globalização e acesso a informação, essa senhora Luisa Mell deveria saber que nós, médicos veterinários temos gastos com faculdade, livros, pagamos aluguel, água , luz etc.. como qualquer outro profissional ou outra pessoa qualquer, assim como ela. Infelizmente, essa senhora está mal assessorada, mal informada e mimada, a tal ponto, de achar que pode nos insultar, pode impor suas vontades e fazer valer o DOGMA de protetora que lhe foi infundido em sua personagem, que na realidade, nada tem de protetora, a não ser, representar sua autopromoção as custas de vidas inocentes. Deixo aqui minha indignação para com essa senhora, que para mim, não passa de uma senhora que necessita chamar a atenção de todos para se autoafirmar como cidadã, como pessoa e como mulher. Se ela quer chegar a politica,seja qual for o cargo, só tenho a lamentar, pela politica e pela sociedade.

    ResponderExcluir
  14. Lamentável o que estão fazendo contra nossa profissão!! Não temos obrigação de atender de graça, pagamos impostos, funcionários, aluguel, água, luz, telefone, fornecedores, enfim, sobrevivemos de nossa profissão que arduamente lutamos por longos anos para nos tornarmos profissionais. Os atendimentos que fazemos e os projetos sociais são por nossa conta, porque gostamos de ajudar ANIMAIS DE POPULAÇÃO CARENTE (devidamente cadastrados na Assistência Social da Prefeitura) e não porque somos obrigados! São esses tipos de atitude de alguns pseudo-protetores de holofote que afastam cada vez mais a boa vontade dos que realmente estão na causa animal por amor! Já estamos cansados de ver pessoas que usam a causa animal para fins próprios de acensão política, e escusos muitas vezes desviando verbas destinadas aos animais para si e se aproveitam das pessoas de bem que só querem ajudar! Parabéns ao nosso Presidente, Dr. Francisco pela sábia resposta!

    Dr. Renato Saliba
    Médico Veterinário - SP

    ResponderExcluir
  15. Gente, me digam AONDE VCS VIRAM ELA FALANDO MAL DE VOCÊS VETERINÁRIOS. A única coisa que ela falou foi o valor de uma conta, por que sendo protetor ou não, rico ou nao, ngm tem dois mil reais pra desembolsar com 1 animal em meio de vários. Ela falou pois precisava pedir ajuda financeira e nao pra reclamar do valor. O valor foi sem desconto mesmo, todos tem que saber, por que esconder? Estão com medo de que vejam o valor?
    Vcs só reclamam, ela ajuda muito a classe veterinária, sem ela muitos veterinários estariam ganhando bem menos por mes, sem ela o mundo estaria um pouco pior, a maioria das pessoas não fazem nada pelos animais.

    ResponderExcluir
  16. veterinario nunca da desconto mesmo sendo animal de rua. se sabe que o animal eh de rua pode sim dar desonto. Não precisa dar pra todos mas quando tem certeza que o animal vem de ruapode audar. Custava dar desconto pra ela. vão se fuder veterinarios que assim como medicos só querem dinheiro. SE FUDER!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E VIVA A BAIXARIA!!!! TODOS SE MANISFESTARAM, CONTRA OU A FAVOR, DE FORMA EDUCADA. VOCÊ NÃO TEM VERGONHA DE SER A UNICA A SE EXPRESSAR DE TAL FORMA?~SE SE ACHA COM DIREITO A EXPRESSAR SUA INDIGNAÇÃO, SEJA POR QUE MOTIVO FOR, TENHA AO MENOS EDUCAÇÃO!!!!!

      Excluir
    2. Embora escrito por ANONIMO resolvemos publicar. A página não incorre em nenhuma baixaria. Muito mais grave é uma pessoa que tem amplo acesso a mídia disseminar informações que colocam em risco a vida de animais e até de pessoas com crendices como a tal cura do cancer com bicarbonato ou então afirmar que castração mata. E quem se manifesta em carta aberta ao público é presidente de uma entidade que representa uma classe de trabalhadores que se sentiram ultrajados com as críticas dela. Infelizmente vivemos em um país onde qualquer um que tenha acesso a TV vira subcelebridade da noite para o dia por conta da ignorância e da falta de discernimento da grande maioria da população da população. Se assistissem menos TV e fossem ler e estudar um pouco com certeza seríamos uma nação e não uma república das bananas.

      Excluir
    3. Laura, vai estudar 5 anos manhã e tarde, fazer estágio, depois passar 1 a 2 anos comendo bosta e sendo mau remunerado até ter um Curriculum para ganhar melhor, ai sim você vai dar algum valor a parte técnica, com esse discurso deve ser uma atoa na vida que fica raivosa até com o pão na padaria. Queria saber também como saber se o animal é mesmo de rua, se em minha clinica mesmo, pelo menos duas vezes por dia aparecem clientes dizendo que o animal não é deles e foi pego na rua, se não há desconto, faça o favor então, estude e seja você a bem feitora ideal que vai viver de amor total e incondicional, sem 1 real, diferente da Luisa Mel que ganha rios e ainda tem uma posição ridícula igual as sua que deveríamos ser formados para distribuir amor e ajuda e viver de luz.

      Excluir
  17. Ela faz é um tipo, isso sim. Eu estive pessoalmente no dia que a polícia acabou jogando bomba de efeito moral para acabar com o movimento na frente do Instituto Royal. O carro da Luisa com adesivo de hospital veterinário dirigido pelo parceiro dela Luiz, chegou, com uma mulher que não sei o nome, mas não era a Luiza!! Na sequência ela postou no face um vídeo da confusão toda, e o aúdio era ela gritando socorro!!!!!!!!! Mas ela não estava lá nesse dia!! Ela é FINGIDA DEMAIS.

    ResponderExcluir
  18. Pessoal do Esquadrão Pet, o visitante autodenominado Anônimo, não estava se referindo a vocês, mas, sim, a outra visitante de nome Laura, que usou de palavras chulas para com a classe veterinária, entenderam?

    ResponderExcluir
  19. Lamentável que todo esse blá blá blá acabe prejudicando quem mais importa nessa discussão, isto é os animais carentes que precisam prioritariamente de compaixão e socorro seja lá qual for a mão que os livre do sofrimento e da morte. Atendimento voluntário pode ser feito e é feito, felizmente, independente da classe ou profissional que o executa, seja veterinário, médico ou o Zé da esquina, iletrado e analfabeto que espalha a pomada no cão de rua com o amor de um pai. Não se pode impedir que um ser humano salve um senciente da morte, impulsionado unicamente pelo Bem, só isso. Quem não pode ou não o quer fazer, não o faça; só não impeça quem o faz, seguindo ditames de sua própria consciência. Médicos sem Fronteiras já realizam um trabalho humanitário VOLUNTÁRIO há muito tempo e embora incapacitados para realizar os milagres atribuídos a Cristo, conseguem salvar vidas, enxugando lágrimas, aliviando dores principalmente porque imaginam estar no lugar daquele que é salvo por suas benditas mãos, não por acaso na hora e no lugar certo, sempre em nome DELE. http://www.msf.org.br/

    ResponderExcluir
  20. nossa...não sabia dessa história, que vergonha que eu tô agora dessa Luisa Mell, patricinha que se acha Deus, bem que eu não ia com a cara dela, força muito a barra pra aparecer, que vergonha...

    ResponderExcluir
  21. É uma vergonha usar esses animais indefesos para sair nas capaz de revistas, televisão. O ego falou mais alto. Ainda bem que acordaram. Obrigada à todos os veterinários e protetores pois eles realmente precisam de vocês. Amo os animais e já peguei animais abandonados não só cachorros mas gatos, passarinhos, tartaruga e outros mais e cuidei com todo meu amor e dedicação. Pena não poder fazer mais. Que Deus continue abençoando todos os que realmente estão ajudando à acabar com o sofrimento dessas vizinhas.

    ResponderExcluir
  22. É uma vergonha usar esses animais indefesos para sair nas capaz de revistas, televisão. O ego falou mais alto. Ainda bem que acordaram. Obrigada à todos os veterinários e protetores pois eles realmente precisam de vocês. Amo os animais e já peguei animais abandonados não só cachorros mas gatos, passarinhos, tartaruga e outros mais e cuidei com todo meu amor e dedicação. Pena não poder fazer mais. Que Deus continue abençoando todos os que realmente estão ajudando à acabar com o sofrimento dessas vizinhas.

    ResponderExcluir